19 de novembro de 2009

Plastic Design

A descoberta do acrílico foi um marco na minha infância/pré-adolescência. Que o diga minha amiga Luciana, que se encheu de ouvir coisas sobre o acrílico, que ela tinha que comprar réguas, esquadros e trasferidores de acrílico para as aulas de desenho/geometria porque não quebravam como plástico, que o acrílico era bom e o acrílico aquilo... (sim, eu era uma criança normal) 
Eu não conheci meu avô materno, mas reza a lenda que as primeiras facas com cabo plástico impressionaram muito ele. Eu entendo ele. Realmente impressiona. 
Minha prima, Mariama, ministrou uma oficina no Revela Design, que resultou em uma instalação toda de garrafas PET no Pátio São Pedro. Tô começando a achar que isso é genético.
Materiais "plastificados", de uma maneira geral, sempre me fascinaram. Eu acho massa uma coisa sair de uma fôrma pronta, sem emendas... 100 anos para se degradar naturalmente. 
É fascinante pensar que se pode fazer de um tudo de plástico ou polímeros ou acrílico ou silicone ou resina... Móveis, sapatos, panelas, pentes, tijolos... 
Comprar uma melissa não é como comprar uma sandália de couro. Eu tenho uma melissa aranha a uns 15 anos (desde que meu pé parou de crescer) e ela tá novinha. Eu lavo com sabão e escova e tá nova. A sandália de couro leva uma chuvinha e já não é a mesma. 
Já dizia meu avô: Plástico é o futuro!




Luminária de canudos - Scott Jarvie



Forminhas de bolo


Teclado


Aneis de acrílico



Cadeira da JSPR - coleção Plastic Fantastic (clique na imagem para ver maior)



Bangle de resina Sobral




Melissa Scarfun




Colar de acrilico da Plastique




18 de novembro de 2009

Make-up

Essas se garantiram no halloween. 
Primeiro, maquiagem em pixels, que me impressionou muito. Se você olha rápido, parece mesmo que a pessoa está "em baixa qualidade". E o detalhe da blusa (ou vestido, não sei...) completa perfeitamente. O Máximo é pouco.
Depois, make muito, mas muito bem feita inspirada na obra de Lichtenstein. Surreal! Mais pop art impossível.


Posso roubar a idéia pro carnaval, amigas?














15 de novembro de 2009

E por falar em clássico...

Clássicos que eu adoro:




Chapéu Panamá



Meia Calça



Pérolas



Brilhantes



Delineador + Batom vermelho


Cílios postiços



Óculos "Jackie Kennedy" (reeditados por Nina Ricci)


14 de novembro de 2009

13 de novembro de 2009

O clássico

A pessoa ter 27 anos e nunca ter tido um Scarpin na vida, é pecado?
É, né?
Também acho.




11 de novembro de 2009

Chanel

Quem mais vai sou eu!
Apesar e ter ficado decepcionada quando li a matéria "A Moda em Tempos de Guerra" na Revista Bravo!, onde  Mary Del Priore diz que o filme simplesmente omite ("No filme, a personagem é totalmente detetizada, desinfetada, limpa. Não se toca em sua cooperação com o inimigo nem nos desdobramentos que sua atitude teria tido") a ligação de Chanel com as guerras mundiais e até a colaboração com os nazistas através de suas criações. O logotipo chanel, segundo alguns autores até faria referência à suástica.
Bem...mas acho que mesmo que contada pela metade, a vida de Chanel vale uma ida ao cinema. Nem que seja só pra ver o figurino.
E viva as pérolas, as sapatilhas bicolores, os laços e o matelassê!



10 de novembro de 2009

Esperando na janela

Pessoal dos correios:
Peço encarecidamente que lembrem de mim.
Já não aguento mais esperar.



















Base mineral - Contém1g

Prática por ser em pó e já vir com o pincel.
É só abrir e passar em todo o rosto, com movimentos circulares (dançando e rodando! Ritmooo...) pra liberar o pó de dentro do potinho. Mas a cobertura não é igual a das bases "de verdade".
O efeito é bem natural, dá uma cobertura leve, uma uniformizada. Funciona.
Mas gostei mais do resultado quando usei como pó mesmo, pra finalizar a maquiagem. Fica bem natural e cobre um pouquinho mais. Nota 7 (Se fosse metade do preço, tirava 9)









8 de novembro de 2009

A planta que fuma


Entrou em vigor em São Paulo a lei que proíbe fumar em lugares fechados.
Convidaram dois Girassóis para se manifestarem a respeito.
Duas cúpulas de vidro com as mesmas condições de ventilação, luminosidade e água. 
Mas uma diferença: um deles fuma passivamente um maço de cigarro por dia.


Veja o vídeo e tire suas próprias conclusões sobre a lei antifumo



Clique na imagem para ver o vídeo

Swatche - Jackie (Impala)





2 de novembro de 2009

Neon + Tons pastéis + Nude

Tô adorando os três.
Juntos, mais ainda.